O Japão tem uma das populações mais educadas do mundo analfabetismo zero!

3/18/2014 Lenny Iwatani 4 Comments

O Japão tem uma das populações mais educadas do mundo.Analfabetismo zero!
Quando cheguei no Japão,após  duas semanas foi um oficial do conselho da cidade, juntamente com um psicólogo em minha casa, para um bate-papo, dizendo que meus filhos já deveriam estar matriculados na escola do Japão, porque é proibido crianças fora da escola. Você sabe,  primeiramente me deu um medo,depois passei achar tudo bem organizado , então eu percebi que eu estava vindo de um país onde a educação e a escola que são desordenada.E para os governantes brasileiros a educação é  inútil.Senti também apoio que o governo japonês dá e com o tempo descobri que as leis no Brasil não funcionam mesmo para a alfabetização.A forma como as escolas no Japão trabalham é brilhante, duas vezes por ano fazem uma visita para ver como as coisas estão indo, com a criação, como é o seu dia-a-dia como são as crianças, e quando mudar a classe os novos professores são obrigados a visitar os seus futuros alunos e conversar com os pais sobre o aluno.

O sistema educacional japonês foi reformado  após a Segunda Guerra Mundial. O sistema antigo foi ligado a um sistema de  6 anos de ensino fundamental, de 3 anos de Ensino Médio, 3 anos de Faculdade e 4 anos de faculdade (, escolaridade obrigatória ) período de tempo tem 9 anos , 6 em shougakkou ( ensino fundamental ) e 3 chuugakkou (secundário) .
O Japão tem uma das populações mais educadas do mundo, com matricula  de 100% nas séries obrigatórias e de zero de analfabetismo. Enquanto o ensino médio ( Koukou ) o registro não é necessário é mais de 96% em todo o país e quase 100% nas cidades. A taxa de alunos  fora da escola é de cerca de 2% e está aumentando. Cerca  de  46 % de todos os formandos do ensino médio para a faculdade ou colégio.


O Ministério da Educação supervisiona de perto currículos, livros didáticos,  aulas e mantém um nível uniforme de educação em todo o país . Como resultado, um elevado padrão de educação é possível.

A maioria das escolas funcionam em um sistema de três turnos, com o novo ano que começa em abril. O sistema educacional moderno começou em 1872 e é modelado após o sistema escolar francês, que começa em abril. O ano fiscal no Japão também começa em abril e termina em março do próximo ano, o que é mais conveniente, em muitos aspectos.



Esta diferença de tempo do sistema de ano escolar faz com que alguns transtornos para os estudantes que desejam estudar no estrangeiro por exemplo a  metade é desperdiçado, esperando para entrar e muitas vezes mais um ano é desperdiçado quando voltamos para o sistema universitário japonês e temos  que repetir um ano .
Exceto para os graus mais baixos do ensino fundamental , o aluno fica 6 horas por dia na escola, o que faz com que seja um dos dias mais longos da escola no mundo. Mesmo depois de deixar a escola , as crianças têm os treinos e outra lição de casa para mantê-los ocupados . Férias são seis semanas no verão e cerca de 2 semanas para o  inverno e primavera breaks . Há muitas vezes a lição de casa nessas férias.

                                                  Está com o circulo sou eu em 2000

Cada classe tem a sua própria sala de aula fixo onde os alunos fazem todos os seus cursos, exceto para formação prática e trabalho de laboratório.
Durante o ensino fundamental, na maioria dos casos , um professor ensina todas as disciplinas em cada classe. Como resultado do rápido crescimento da população após a Segunda Guerra Mundial, o número de alunos em uma escola elementar típica ou classe júnior , uma vez que ultrapassou os 50 alunos, mas agora ele é mantido sob 40. Em refeições públicas do ensino fundamental e médio é fornecido em um cardápio padronizado , e é comido em sala de aula. Quase todas as escolas de alta exigem que seus alunos a usar um uniforme escolar ( seifuku ) .

A grande diferença entre o sistema escolar japonês e do sistema escolar Brasileiro é que os Brasileiros respeitam a individualidade, enquanto os japoneses controlar o indivíduo , observando-se as regras do grupo. Isso ajuda a explicar o comportamento característico do grupo japonês .

Deixe o seu comentário.


4 comentários:

  1. muito bom o site bastante conteudo enteressante :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo Pinheiro Bem vindo querido! fico feliz com seu comentário, volte sempre meu querido beijo.

      Excluir
  2. Impressionante o quanto o Japão organiza e analisa de perto a educação. Essa questão do controle do grupo pelos alunos é sinônimo de respeito e educação, criando uma sociedades que consegue viver sem prejudicar o próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso Mesmo, o Brasil poderia muito bem ser assim, o país não só mais seguro, mas também estudar uma prioridade, a educação deve ser uma obrigação.

      Excluir

Sinta-se livre para compartilhar seus pensamentos, dicas, truques e idéias na seção de comentários acima ou enviar apresentações, perguntas ou idéias do artigo para: ficarbem@live.com