O que você acha dessa tendência cabelo trançado para os homens?

4/14/2016 Lenny Iwatani 8 Comments

Tranças são muito populares entre os homens africanos usando por muitos anos, mas agora os homens brancos estão pegando a tendência.



Cabelo com tranças para homens são uma forma básico que pode oferecer alguns projetos trançados realmente de tirar o fôlego.
Formando figuras geométricas, redemoinhos e linhas curvas. Trancinhas são muitas vezes adornado simples reunidos em um rabo de cavalo baixo na parte de trás de sua cabeça são um estilo atraente para um homem.
           
Eles podem fazer o que achar melhor com seu cabelo.
Atrevo-me a adivinhar que é porque eles próprios eram uma criança deprimida com o desejo inocente de fazer o seu próprio cabelo desde a infância.

                                                           PICTURES REUTERS

            O que você acha dessa tendência cabelo trançado para os homens? Deixe a sua opinião.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Sim, é verdade ! Certamente o preconceito de alguns podem não ir adiante esta tendência beijo.

      Excluir
  2. Penso que tudo é uma questão de gosto. Para uns fica bem e para outros não!

    Bjs,http://contosdacabana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade amiga, tudo é questão de gosto beijo.

      Excluir
  3. Não tenho cabelos para isso, rsrsrs. Mas também não é meu estilo deixar deste modo.
    Adorei o blog, bjs.

    http://www.vestigiodelivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elivelton Lopes O seu cabelo está muito bem assim.rs Estou muito feliz em saber que, gosta de meu blog, volte sempre querido beijo.

      Excluir
  4. É preciso ter de um estilo mesmo muito próprio ;)
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade linda, de fato! cada um com seu gosto diferencial beijo.

      Excluir

Sinta-se livre para compartilhar seus pensamentos, dicas, truques e idéias na seção de comentários acima ou enviar apresentações, perguntas ou idéias do artigo para: ficarbem@live.com