Se você quiser proteger um relacionamento - não empreste dinheiro a ninguém

1/10/2018 Lenny Iwatani Ficar Bem 13 Comments

 Pode haver momentos em que você se lembra do amigo com quem você emprestou algo, pois nunca lhe disse nada sobre retornar, esquecer ou se recusar a devolvê-lo. Isso pode ser bastante desconfortável, mas você tem o direito de pedir-lhes para devolvê-lo. Você pode usar sarcasmo, mas lembre-se que isso pode envergonhar o mutuário e danificar seu relacionamento.

Você pode persistir e tentar recuperá-lo. Você pode até considerar levar seu amigo para o tribunal onde o contrato assinado entrar. Ou se você pode poupar o item ou o dinheiro, você pode anotá-lo e considerá-lo uma lição aprendida. Todas essas escolhas são susceptíveis de prejudicar o relacionamento, não importa o quão difícil é ver o outro que o necessita, geralmente é melhor não emprestar, seu amigo deve saber que você não está em posição de emprestar.

É mais complicado quando se trata de lidar com o empréstimo que não foi documentado.Ter testemunhas quando você empresta algo. Define um prazo para o reembolso para evitar mal-entendidos. Então, você pode demonstrar menos evidências; um cheque ou recibo também ajudaria. Isso é mais complicado e pode exigir o conselho de um consultor financeiro ou advogado. Ao fazer um empréstimo, se for um membro da família dentro de sua condição, seria melhor dar como presente, em vez de empréstimos, porque será difícil retornar.

 Você tem uma escolha: você precisa arriscar perder sua amizade ou recuperar seu dinheiro Você deve lembrar ao seu amigo que ele tem uma dívida que ele precisa pagar. Dê a seu amigo um período de seis meses ou menos para retornar o tempo estipulado, no entanto, aqueles que não retornam após o tempo estipulado nunca dar uma satisfação é considerado roubo.


 De fato,os empréstimos entre familiares ou amigos podem resultar em um conjunto de problemas totalmente inesperados.Você pode até comprometer seu casamento,você pode emprestar- lhes dinheiro - apenas empreste o que você pode viver com a perda .

O livro de Provérbios na Bíblia afirma que o mutuário se torna um servo do credor (Provérbios 22: 7). Quando emprestei dinheiro a um membro da família do meu marido, isso impediu que pudéssemos comprar nossa casa no Brasil.


13 comentários:

  1. Tem toda a razão :-))

    Beijo e um tarde feliz

    ResponderExcluir
  2. Eu detesto emprestar algo e a pessoa dar uma de esquecida. Antes eu não cobrava... hoje em dia, eu cobro mesmo. Dinheiro, eu nunca emprestei. Se um dia eu emprestar, é porque conheço muito bem a índole da pessoa, e sei que o mesmo retornará. Beijoos :*

    ResponderExcluir
  3. Leny, seu post me fez lembrar de um ex-amigo que me pediu emprestado um dinheiro, demorou para devolver e depois nunca mais falou comigo, a amizade acabou. É um alerta mesmo para a gente, pessoas assim não são realmente nossos amigos. Adorei seu post. abraços

    ResponderExcluir
  4. Toda razão do mundo a esse post!!!!
    Pior que emprestar dinheiro a um amigo, é emprestar dinheiro a alguém familiar. Kkkk
    Se eu recebesse todo dinheiro que minha própria família me deve,sem dúvidas estaria rica.rs
    Adorei seu post. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. É uma situação muito chata, o certo é não precisar ficar cobrando, a pessoa que pegou emprestado é que tem que ter a ombridade de devolver logo que possível. Acho horrível ficar devendo dinheiro a alguém.

    ResponderExcluir
  6. Isso é muito complicado! Embora exista aquele vínculo, carinho e preocupação com a pessoa que pede, é muito arriscado para as relações isso de dinheiro. Ninguém gosta de cobrar e ninguém gosta de ser cobrado né

    ResponderExcluir
  7. Hoje as coisas estão difíceis mesmo. Segue a linha de situações como confiança,amizades e qto mais vc se doa mais as pessoas traem! É melhor cobrar ou falar um não de uma vez por todas!! Em muitos momentos temos que ser radicais.

    ResponderExcluir
  8. Olá!A mais pura verdade!existem muitas pessoas que agem de má fé,se aproveitando de uma amizade e o pior vem dos parentes que acham que temos obrigação de ajudar,mais ninguém olha o nosso lado,emprestamos e esquecem e se cobramos perdemos a amizade ou temos problemas sérios com parentes,já fui vítima várias vezes,prefiro dizer não ou dependendo a situação é melhor dar de presente desde que não nos prejudique,assim não esperamos nada em troca.Lidar com ser humano é complicado e as vezes muito cruel.Ótimo post!Bjssss

    ResponderExcluir
  9. O texto é muito realista e aborda um assunto muito delicado.é muito triste perder um relacionamento seja com amigo,namorado por causa de dinheiro,mas acontece.Acho que a confiança é o bem mais precioso no ser humano,então destruir ela acaba sendo uma forma de mostrar explicitamente o mal-caráter e que numa nova tentativa de ajuda ninguém te estenderá a mão.As brigas constantes também acabam sendo chatas e desgastante para ambos.Não vale a pena!!

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Boa tarde.
    Infelizmente é o que mais acontece, vem pede emprestado e depois faz cara de que não deve nada. Já falei com marido aqui em casa, nem adianta pedir pois não sai mais um real daqui de casa pra certos parentes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Concordo com você, certas coisas não devemos misturar porque pode acabar com uma amizade seja com amigo ou mesmo um parente.
    Emprestar dinheiro, abrir negócio juntos são coisas que podem dar errado e gerar brigas.
    Então é melhor evitar, às vezes dizer não é a solução mais coerente.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Oiiie,
    Eu concordo, Mas isso realmente acontece bastante, é chato emprestar assim eu não gosto mas já emprestei diversas vezes tanto pra amigos como familiares, pra nossas relações fica muito chato =\

    ResponderExcluir
  13. Amei seu post e achei muito verdadeiro, são situações que todos já vivenciamos em alguma época da vida.
    Eu já perdi amigos e ganhei inimigos emprestando dinheiro, ainda assim eu tenho dificuldades de dizer que não tenho para uma amiga que necessita de ajuda.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir

Sinta-se livre para compartilhar seus pensamentos, dicas, truques e idéias na seção de comentários acima ou enviar apresentações, perguntas ou idéias do artigo para:
(ficarbem@live.com) (blogficarbem@gmail.com)